Velha canção

terça-feira, 25 de agosto de 2009

O vento sopra no silêncio das varandas,
e o pensamento vai brincando de sonhar.
A vida passa, lembro o tempo das cirandas,
e das estrelas que eu insistia em contar.

Navega a vida num barquinho de brinquedo
que a enxurrada da idade carregou,
e o sabiá , que dedilhava em meu peito,
os sons que vinham lá do meu interior.

Vem a saudade, traz o gosto da infância.
Tantas lembranças, noites quentes, meu amor,
Eu sou o fruto, a raiz, velha criança,
que ainda acredita no milagre de uma flor.

E hoje, aqui, velha e cansada do caminho,
mãos calejadas pelo tanto que lutei,
ainda ouço as canções dos passarinhos
fazendo ninhos nos caminhos onde andei.

Vem a saudade,traz o pranto que consola,
minha viola vai espantando a solidão.
Eu sou um velho passarinho na gaiola
cantando sempre a mesma e velha canção.

Letra: Marilia Abduani
Música Marcus Viana

2 Comentários:

Zest Martins disse...

Marilia seu Blog é simplesmente um encantamento poético.
Bjs iluminados sempre.

Pensando, Questionando, Criticando e Escrevendo disse...

Vi esta musica sendo cantada, no youtube. Linda!!
Parabéns pela belissima letra que ficou excelente na parceria com Marcus Viana!

Postar um comentário

 
Pelo Estreito Corredor do Tempo © Copyright | Template By Mundo Blogger |