Pescador (a meu pai)

sexta-feira, 22 de maio de 2009




Pescador...

que é o rei do mar

vem me contar

suas velhas lendas

suas prendas

vem me lembrar

também dos peixes

mas antes, deixe

eu preparar o coração.

Quantos mares, quantas ondas

você não conhece porto

é seu o mar

seu violão vai na bagagem da ilusão.

Pescador,

e as sereias,

quantas baleias

você sonhou.

Você que vive ansiando um peixe

deixe que a brisa, que o luar te beije.

Você que faz seu mundo sem perdão.

Pescador,

varando as noites,

vencendo açoites,

remando em paz.

Olha pras águas,

é seu o mundo.

Vai, vagabundo,

pescar demais

1 Comentário:

Buiú disse...

vc é fera mãe.. esse é Lindo...

Postar um comentário

 
Pelo Estreito Corredor do Tempo © Copyright | Template By Mundo Blogger |