terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

NOITE

NA NOITE ENCARDIDA 
A LUA, ESQUECIDA,
SE MOVE NO FRIO
RELUZ, COMOVIDA
SEM PESO OU MEDIDA
NO IMENSO VAZIO.

A LIÇÃO DOS RIOS
PROVOCA O ESTIO
NUM GESTO PERDIDO
SOB UM CÉU DE CINZA
A VELHA ALQUIMIA
RETENDO O SENTIDO.

O SONHO GRETADO
O AMOR GUARDADO
NO COFRE DO TEMPO.
O CORDÃO DO MUNDO,
OS CORTES PROFUNDOS,
SANGRA O SENTIMENTO.

E, DENTRO DA ESPERA,
PELA PRIMAVERA
O AMOR SE INSINUA.
ESTRELAS ACORDAM
E BRILHAM NA NOITE,
CONTORNANDO A LUA.

MARILIA ABDUANI

13-05-2013

Comentários:

Postar um comentário

 
Pelo Estreito Corredor do Tempo © Copyright | Template By Mundo Blogger |